INVENTÁRIO DE EMISSÕES GEE   INVENTÁRIO DE EMISSÕES GEE 2   EMISSÕES DE GASES DE EFEITO ESTUFA
Emissões de Gases de Efeito Estufa – GEE. Prestamos serviços de consultoria ambiental para a elaboração de inventário de Emissões de Gases GEE, da ISO 14001, em Manaus, no Amazonas. O inventário de emissões de gases objetiva fazer o levantamento das emissões de gases que uma pessoa física ou determinada empresa gera e emite para atmosfera, no exercício de suas atividades durante o período de 12 (doze) meses. Esses gases são os causadores do aquecimento global, pois eles dificultam ou impedem a dispersão da radiação solar (infra-vermelha) que é refletida pela Terra para o espaço. Eles são capazes de absorver radiação e redistribuir esse calor pelo planeta em um efeito chamado efeito estufa, mantendo a terra aquecida. Grande parte destes gases é produzida pelos seres humanos em diversas atividades, principalmente pela queima de combustíveis fósseis, atividades industriais e queimadas de florestas. Ao segurar este calor em nosso planeta, estes gases estão também provocando o aquecimento global.

A elaboração do inventário de gases de Efeito Estufa é o primeiro passo para que uma empresa possa contribuir para o combate às mudanças climáticas. A Iniciativa Verde realiza inventários desde sua criação, em 2005. A metodologia utilizada é o GHG Protocol – Green House Gas, desenvolvida pelo World ResourcesInstitute (WRI) em associação com o World Business Council for Sustainable Development (WBCSD). Esta metodologia é reconhecida e utilizada em todo o mundo, sendo compatível com as normas da International Organization for Standardization (ISO).

Dimensionar a quantidade desse impacto e buscar uma maneira de neutralizá-lo é o objetivo da chamada de compensação (ou neutralização) de carbono. Compensar as emissões residuais é uma das soluções para combater as mudanças climáticas. O crescente consumo de combustíveis fósseis, emissões de gases nas cidades e no campo, destruição e queima das florestas e de outros recursos naturais são causas de elevações da concentração de Gases de Efeito Estufa (GEE) na atmosfera. A emissão destes gaes em excesso devido às atividades humanas, eles são os causadores do fenômeno das Mudanças Climáticas ou Aquecimento Global, que tem como efeito diversas transformações e riscos às condições de vida no Planeta. O Inventário de GEE identifica fontes de emissões e quantifica os gases emitidos em um determinado período base, conforme a metodologia internacional estabelecida no Protocolo GHG do Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas – IPCC. São seis os gases denominados GEE: dióxido de carbono (C02); óxido nitroso (N20); hidrofluorcarbonos (HFC); perfluorcarbonos (PFC); e hexafluoreto de enxofre (SF6).

O inventário de emissões de gases do efeito estufa (GEE), além de ser importante para a empresa ou para o inventariado saber qual o seu impacto em relação ao clima, ele traz outros benefícios: a) reconhecimento do mercado fornecedor e consumidor como empresa preocupada com o impacto ambiental de suas atividades; b) Possibilidade de compensação das emissões, já que a quantificação ou inventário das emissões de gases de efeito estufa é o primeiro passo para a criação de um plano de gestão e redução dessas emissões; c) Diagnóstico das emissões e de ineficiências internas, pois identifica oportunidades de melhorias na eficiência operacional e, consequentemente, para a redução nos custos; d) Oportunidade de prever e incorporar os impactos socioambientais de longo prazo no planejamento financeiro; e) Incentiva a adoção de práticas sustentáveis em todo o mercado.

Após o levantamento e quantificação dos gases emitidos, é definido o alvo da neutralização de carbono. Devem ser implantadas medidas para minimizar ao máximo a geração de CO2. Por exemplo: uma indústria pode começar a usar materiais 100% reciclados, diminuir o gasto de energia, reusar a água, entre muitas outras medidas que podem ser aplicadas, diminuindo também o impacto no meio ambiente. Existem alguns mecanismos para auxiliar na neutralização do carbono gerado. Os mais comuns são o plantio de árvores nativas e a compra de créditos no mercado de carbono. Outro exemplo é a neutralização de carbono em eventos. Nós poderemos calcular as emissões de poluentes, como as provenientes do uso de veículos da empresa e dos participantes; as viagens aéreas; a energia consumida e o resíduo gerado durante o evento. Então, a partir da quantidade do poluente encontrada pelo cálculo, a empresa poderia apoiar projetos ambientais.

Nossa equipe poderá trabalhar e fazer o inventário de emissão de gases de efeito estufa para a sua empresa, de maneira que ela faça a compensação ou neutralização do carbono. Com isso sua empresa estará combatendo o aquecimento global. Por favor, entre em contato conosco através do site.

Quem exige o Inventário de GEE?

Os inventários de GEE passam a ser mecanismo de diagnóstico e controle das emissões de gases no contexto da Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre Mudança do Clima (UNFCCC), criada durante a Conferência das Nações Unidas sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento ocorrida no Rio de Janeiro em 1992 devido a preocupação de cientistas quanto ao aquecimento global, regulada pelo Protocolo de Quioto, que vigorou até 2012, e pelo acordo de Paris, durante a COP21, realizada em 2015. A Política Nacional de Mudanças do Clima (Lei nº 12.187/2009), que traça as ações do Brasil para o enfrentamento das alterações climáticas, institui os inventários como instrumentos de sua política. Cada vez mais, os órgãos ambientais exigem a apresentação de Inventário de GEE como obrigatório para o licenciamento ambiental de determinadas atividades potencialmente poluidoras.

Quais as vantagens de um Inventário de GEE?

O inventário de GEE constitui-se em importante diagnóstico, primeiro passo para redução das emissões e para a compensação de carbono. O inventário de GEE colabora para a mitigação dos efeitos das Mudanças Climáticas e também para a redução de custos produtivos e aumento da eficiência dos processos de uma organização. Uma poderosa ferramenta de gestão que cria oportunidades como apontando equipamentos e práticas mais econômicos e antecipa futuras exigências legais. Entre as recomendações, medidas de monitoramento, eficiência energética e gerenciamento de resíduos são comumente sugeridos da redução das emissões. O plantio de árvores é outra forma de compensar os carbonos emitidos.